terça-feira, 15 de março de 2011

Harry Potter e o Cálice de Fogo

PODE CONTER SPOILERS
Se você ainda não leu nenhum livro da saga, não continue se não quiser perder todas as surpresas

Se Harry Potter e o prisioneiro de Azkaban já mostrava um pouco de amadurecimento nos personagens criados por J. K. Rowling, Harry Potter e o Cálice de Fogo vinha para comprovar isso. O livro já começa falando sobre um momento no passado de um vilarejo trouxa chamado Little Hangleton. Como se sabe, uma antiga e rica família trouxa morava na casa mais bela situada num morro com vista para todo o povoado. Então, um dia, a empregada saiu correndo pelas ruas horrorizada com o que encontrara ao chegar no trabalho: toda a família Riddle tinha morrido e não havia sequer sinal de arrombamento nas portas da propriedade.

Logo, todas as suspeitas recaíram em cima do velho jardineiro Franco, que era o único que possuía uma chave para a casa. Assim, mesmo alegando inocência e dizendo ter visto um jovem garoto mais cedo por ali, Franco acabara preso. A polícia trouxa nunca vira algo tão enigmático. Tudo fora feito para se descobrir como os Riddle morreram, pois, a despeito de estarem mortos, gozavam de excelente saúde. E sem encontrarem qualquer indício de assassinato nos Riddles, a polícia se viu obrigada a soltar o jardineiro. E, após os mortos serem enterrados no cemitério local, para surpresa de todos, Franco voltou para sua casinha na propriedade dos Riddle.

Os anos passaram e Franco continuou cuidando da casa para os próximos proprietários até que a casa se desmantelasse. Então, numa noite, algo muito suspeito chamou sua atenção. Tinha se tornado comum que os moradores implicassem com o coitado, pois acreditavam que ele era culpado da morte dos Riddle. E os filhos deles também acabavam acreditando nisso e arrumavam todos os meios de castigá-lo. Ora, quando viu uma luz bruxuleante dentro da casa principal, Franco achou que os garotos tinham ido longe demais. Mancando por causa de uma lesão de guerra, Franco foi até à casa sorrateiramente.

Lá, ele descobre que os intrusos estavam numa sala e tinham acendido a lareira. Ele escuta estranhas palavras do que dizem, coisas como Quadribol, Ministério da Magia e trouxas, o que quer que essa palavra queira dizer. Suspeitando se tratar de bandidos armando para matar um tal de Harry Potter, pois eles dizem algo sobre isso, Franco tenta sair do corredor escuro pelo qual ouve toda a conversa. No entanto, fica paralizado ao ver uma enorme serpente se arrastando pelo tapete em direção àquela sala. É então que o bicho pega. A voz mais fraca na sala diz que há alguém no corredor ouvindo tudo. E então Franco é descoberto. Então, diante da iminente ameaça, Franco tenta intimidar o que quer que fosse que estivesse sentado naquela poltrona, cuja cabeça do dono da voz ele não conseguia ver.

Franco ouve uma revelação surpreendente. Quem está ali não é um homem, é mais do que um homem. Então, quando viram a poltrona para a pessoa encarar o jardineiro, Franco não tem tempo de se mover e um raio de luz verde o atinge antes mesmo de ele conseguir visualizar o dono daquela voz rasgante. Em algum lugar distante, Harry Potter acorda sentindo a cicatriz arder fortemente.

Harry Potter e o Cálice de Fogo é um livro realmente longo. E se eu fosse falar tudo o que eu queria, acho que ninguém ia ter paciência para ler. Então, no quarto livro da série seremos levados para a quadricentésima vigésima segunda Copa Mundial de Quadribol e descobriremos que há muito mais bruxos ao redor do mundo do que pensávamos. Conheceremos vários novos personagens, como o Sr. Bartolomeu Crouch, Ludo Bagman e acompanharemos o final assustador que levou a Copa. O caos é instaurado no Ministério da Magia quando uma antiga marca ressurge após longos anos.

Em Hogwarts, nos avisos costumeiros de início de ano, é apresentado o novo professor de Defesa contra as Artes das Trevas, Alastor Moody. E uma maravilhosa surpresa é informada aos alunos mais velhos. Hogwarts será sede de um Torneio Tribruxo, onde as três maiores escolas de bruxaria da Europa se reúnem por competições onde as habilidades dos participantes é posta à prova. Apesar da indignação geral dos alunos por causa da restrição de idade, vários tentam quebrar a barreira para participar. Harry e Rony somente têm o desejo de tentar algo, mas acabam torcendo para que alunos realmente dignos das outras casas, exceto Sonserina, é claro, representem bem a escola.

As outras escolas que chegam à Hogwarts para a competição são Beauxbatons e Durmstrang, a primeira francesa e a segunda não gosta muito de falar sobre sua localização mas tem em seu quadro de alunos um famoso jogador de Quadribol. Na noite da decisão dos campeões, uma nova encrenca vem ao encontro de Harry quando o Cálice de Fogo escolhe seu nome juntamente com o de Cedrico Diggory para representar Hogwarts. Mesmo negando veementemente que não burlou as regras impostas no Torneio, Harry acaba se tornando um campeão, pois quando o Cálice decide um nome é como um contrato e as regras têm de ser aplicadas.

Não é preciso dizer que todos começam a duvidar de Harry. Alguns dizem que o garoto quer mais fama e outros mesmo chegam a dizer que ele quis tirar a glória da casa Lufa-Lufa. Rony e Harry acabam tendo uma briga, o amigo mesmo duvida dele. É preciso que o amigo enfrente bravamente a primeira tarefa para que Rony acredite que ele nunca teve a intenção de se inscrever no Torneio.

Em Cálice de Fogo, vemos também Harry dando os primeiros sinais para conquistar uma garota da casa Corvinal, Cho Chang. Temos o Baile de Inverno, onde os hormônios começam a ferver, ciúmes e frustrações são demonstrados. Harry mergulha pela primeira vez num objeto fantástico capaz de reviver memórias, a penseira. E descobre fatos estranhíssimos sobre o passado de Bartô Crouch. Ele conhece Rita Skeeter, a famosa e exagerada repórter do Profeta Diário que está em Hogwarts para noticiar os acontecimentos do Torneio. Harry e Rony se juntam a Hermione em busca de melhores condições para os elfos domésticos que trabalham em Hogwarts. E quando chega vivo à terceira tarefa, Harry assiste dois acontecimentos terríveis: a morte de um aluno da escola e a realização da profecia que ouvira no ano anterior.

Harry Potter e o Cálice de Fogo é conduzido de forma espetacular por J. K. Rowling. Apesar dos "porém's" enquanto a autora o escrevia, o livro nos prende do começo ao fim. É muito, muito legal acompanhar cada tarefa, cada aula, cada momento único da adolescência desses personagens por Hogwarts e o fortalecimento das amizades. E é assombroso saber o que o governo bruxo prefere oferecer à sua população ao final do livro quando os caminhos são separados e uma antiga organização volta a se reunir sob o comando de Alvo Dumbledore.

Você pode ler o livro Harry Potter e o Cálice de Fogo clicando aí no nome dele. Já sabe, né? Baixou e leu, compre o original. Hoje em dia é bem mais barato. Se não comprar, cuidado com as maldições imperdoáveis que um comensal da morte pode lançar em você. Não sabe o que é um comensal da morte? Ihhhh....
Image Hosted by ImageShack.us
Image Hosted by ImageShack.us